Grupo Mirassol fecha contrato com John Deere para transporte de produtos

Acordo contempla o transporte de peças de implementos voltadas aos segmentos de cana-de-açúcar e pulverizadores; empresa investiu R$ 6 milhões iniciais nesta operação

Experiência e noções de mecânica são trunfos para guiar as carretas da RTE Rodonaves
Transbank completa 20 anos de mercado
Telefonica Vivo se une à Sascar para desenvolver soluções de gestão de frota de veículos

mirassol-caminhoes-frota

O Grupo Mirassol firmou um contrato com a fabricante de equipamentos agrícolas John Deere para o transporte de seus produtos a partir do Sul do País.

Para isso, a empresa investiu R$ 6 milhões iniciais, e selecionou e treinou especialmente 13 motoristas. Foram adquiridas dez composições rodotrens, que consistem em cavalos mecânico Mercedes-Benz Axor 2644 e carretas Fachinni com sider Fix.

“Essa composição tem capacidade para transportar 180 m³ por conjunto. A escolha por esta modalidade ocorreu justamente pelo fato de contar com uma capacidade de carga de duas carretas comuns, além de resultar em muito menos poluição para o meio ambiente”, conta Carlos Donizete Guimarães, diretor Comercial do Grupo Mirassol.

Segundo Cláudio Aparecido Soares, gerente da Unidade de Campinas da Mirassol, a operação vai contar com dois pontos de apoio, sendo a unidade logística e de armazenagem de Campinas (SP) e o centro de distribuição em Catalão (GO), “um apoio importante para que tenhamos sempre motoristas descansados e conjuntos de rodotrem disponíveis para realizar o retorno ou a transferência. A segurança e a eficiência das viagens são nossas prioridades”, ressalta o gestor.

O executivo explica que a operação é iniciada no Rio Grande do Sul, em Porto Alegre e Santa Rosa. “Fazemos as coletas nessas regiões, incluindo São José dos Pinhais (PR), São Paulo e Minas Gerais. A consolidação acontece em Campinas e, posteriormente, enviamos para Catalão, de rodotrem. Como o volume é muito grande, optamos em efetuar esse investimento para atender esse trecho”.

A Mirassol projeta uma média de 2,4 viagens por semana, mas a meta de produtividade é chegar a três viagens semanais. Em termos de volume, a projeção inicial é transportar 17.376 m³ de carga por mês. O novo contrato tem duração estipulada em três anos, podendo ser estendido.

COMMENTS