Transporte aéreo de carga deve crescer 4,1% ao ano até 2018

Rotas ligando Oriente Médio e Ásia contemplam maior desenvolvimento, com expansão anual estimada em 6,2%

Motores Rolls-Royce impulsionam voo de teste do Boeing 787-9 Dreamliner
Entregas de aeronaves caíram 3,9% em 2016
Avianca opera com 17 novos slots no Aeroporto de Congonhas (SP)

aviao-cargas-homeDe acordo com a Iata (sigla em inglês para Associação Internacional do Transporte Aéreo), entidade que corresponde a 84% do tráfego global, o transporte de cargas pelo modal vai crescer ao ritmo anual de 4,1% entre 2014 e 2018. A projeção foi divulgada nesta quarta-feira (22/10).

Em 2018, os maiores mercados para o transporte aéreo de cargas serão EUA, China, Emirados Árabes, Alemanha, Hong Kong, Coreia do Sul, Reino Unido, Taipé e Índia.

Entre 2014 e 2018, rotas ligando o Oriente Médio e Ásia serão as que mais registrarão desenvolvimento, com expansão anual estimada em 6,2%. Considerando somente o transporte de cargas partindo ou chegando ao Oriente Médio, a expansão será de 4,6% ao ano.

A Iata também aposta em um acréscimo de 3,9% ao ano para as rotas entre a América do Norte e a América do Sul.

No ano passado, a aviação civil transportou US$ 6,8 trilhões em produtos, o equivalente a 35% do comércio internacional em termos de valor.

“Um crescimento médio superior a 4% será um avanço em relação ao desempenho do setor nos anos recentes”, comenta o presidente da Iata, Tony Tyler. “Desde 2011, o crescimento dos volumes transportados ficou em 0,63% ao ano”.

COMMENTS