Transporte aéreo de carga deve crescer 4,1% ao ano até 2018

Rotas ligando Oriente Médio e Ásia contemplam maior desenvolvimento, com expansão anual estimada em 6,2%

Intermodal South America 2013 abre as portas na próxima terça
Infraero autoriza construção de terminal de logística de carga no Aeroporto de Palmas (TO)
Aeronave da Azul recebe pintura especial criada por cliente

aviao-cargas-homeDe acordo com a Iata (sigla em inglês para Associação Internacional do Transporte Aéreo), entidade que corresponde a 84% do tráfego global, o transporte de cargas pelo modal vai crescer ao ritmo anual de 4,1% entre 2014 e 2018. A projeção foi divulgada nesta quarta-feira (22/10).

Em 2018, os maiores mercados para o transporte aéreo de cargas serão EUA, China, Emirados Árabes, Alemanha, Hong Kong, Coreia do Sul, Reino Unido, Taipé e Índia.

Entre 2014 e 2018, rotas ligando o Oriente Médio e Ásia serão as que mais registrarão desenvolvimento, com expansão anual estimada em 6,2%. Considerando somente o transporte de cargas partindo ou chegando ao Oriente Médio, a expansão será de 4,6% ao ano.

A Iata também aposta em um acréscimo de 3,9% ao ano para as rotas entre a América do Norte e a América do Sul.

No ano passado, a aviação civil transportou US$ 6,8 trilhões em produtos, o equivalente a 35% do comércio internacional em termos de valor.

“Um crescimento médio superior a 4% será um avanço em relação ao desempenho do setor nos anos recentes”, comenta o presidente da Iata, Tony Tyler. “Desde 2011, o crescimento dos volumes transportados ficou em 0,63% ao ano”.

COMMENTS