Boeing e China firmam acordo para produção de combustível a partir de óleo de cozinha

Parceria projeta produção de 1,8 bilhão de litros do combustível produzidos anualmente no país

Citation TEN é eleito o avião civil mais rápido do mundo
Aeroporto Internacional Tom Jobim (RJ) passa a receber primeiro voo cargueiro regular da Europa
Embraer fecha 2º trimestre de 2014 com 58 aeronaves entregues

boeing-aviao-combustivel

A fabricante de aeronaves Boeing e a COMAC, empresa estatal chinesa de aviação, lançaram um projeto piloto para produzir combustível para aviões a partir de óleo de cozinha usado.

O resíduo é uma preocupação das autoridades de saúde pública chinesas, devido ao seu uso comum em restaurantes e bares do país. Há algumas quadrilhas na China que retiram o óleo de cozinha usado do esgoto e de sarjetas e depois o revendem como se fosse novo.

A planta da parceria, situada na cidade de Hangzhou, na China, será capaz de converter anualmente quase 240 mil litros de óleo de cozinha usado em combustível. Porém, a estimativa é que futuramente 1,8 bilhão de litros de combustível possam ser produzidos anualmente no país a partir do resíduo, que lá é chamado de “óleo de esgoto”.

COMMENTS