Whirlpool acelera entrega de peças adotando transporte em bagageiros de ônibus

Por meio da solução oferecida pela Metar Logística, empresa aplica procedimento alternativo e consegue reduzir tempo de entrega em até 70%

Brasilmaxi completa 21 anos de atividades com plano de expansão
Brasco trabalha para ampliar capacidade operacional
3S obtém renovação do Selo Gristec de Certificação e Qualificação

whrilpool-onibus-grande

A Whirlpool Latin America, empresa detentora das marcas Brastemp, Consul e KitchenAid, vem buscando maneiras alternativas de transporte e logística para acelerar o fornecimento de peças de reposição (componentes eletrônicos, mecânicos e acabamentos) para clientes de todo o País. E por meio de um contrato firmado com a Metar Logística, companhia pertencente ao Grupo Cometa, a fabricante passou a despachar parte de sua produção na capacidade ociosa de bagageiros de ônibus de passageiros.

Segundo Felipe Botta Tarallo, Gerente Supply de Peças, atualmente, 15% das 300 mil peças transportadas mensalmente para as assistências técnicas por todo território nacional contemplam esta operação. Porém, o volume distribuído por meio deste procedimento abastece unidades presentes onde a Metar já possui rotas, ou seja, nas regiões Sul e Sudeste, excluindo Rio Grande do Sul e Espírito Santo. A origem é o Centro de Distribuição localizado em São Paulo.

whrilpool-onibus-pequena“A procura por essa modalidade veio a partir da necessidade de reduzir o tempo de entrega de peças e aprimorar o nível de serviço”, conta Manoel Carlos de Siqueira Barbosa Filho, Chefe de Logística da Whirlpool Latin America.

De acordo com o executivo, o tempo de entrega das peças de reposição às assistências técnicas autorizadas das marcas foi reduzido em até 70%, o que acarretou em queda significativa do tempo de espera do consumidor.

O chefe de logística diz que a empresa atua com parceiros do modal rodoviário e, quando necessária uma entrega mais ágil, do aéreo, mas no momento centraliza as atenções no procedimento adotado pela Metar e na sinergia com as companhias que transportam a produção da Whirlpool.

“Não temos planos de possuir uma logística própria, pois já temos um forte programa de manter os nossos parceiros, por exemplo, premiando anualmente as companhias por nível de qualidade e promovendo projetos de gestão de bonificação para passarem as metas estabelecidas. A ideia é expandir esse projeto [transporte em bagageiro de ônibus], dobrando esse volume de 15% nos próximos meses, para que cada vez mais consigamos oferecer para os nossos consumidores essa rapidez”, ressalta.

No Brasil, a Whirlpool atua com três fábricas e dois centros de distribuição.

COMMENTS