Grupo Chibatão adquire dez guindastes RTG para movimentação no Polo Industrial de Manaus (AM)

Unidades já estão desembarcando no complexo portuário; movimentação que leva cerca de uma hora e meia para ser concluída, passará a ser realizada em cerca de oito minutos

Caminhões MAN da linha TGX passam a ser totalmente financiados pelo Banco Volkswagen
Sambaíba Transportes recebe financiamento de R$ 110 milhões do Banco Mercedes-Benz
Wilson Sons reforça presença em petróleo e gás com aquisição da Briclog

chibatao-grupo-equipamentosA movimentação de cargas do PIM (Polo Industrial de Manaus) ganha mais agilidade com a implementação de dez novos guindastes empilhadores de contêineres sobre pneus ou RTG (Rubber Tyre Gantry Crane), adquiridos pelo Grupo Chibatão. As unidades estão desembarcando no complexo portuário desde a manhã desta quarta-feira (17/9).

O equipamento adquirido é um pórtico com mais de 30 metros de altura capaz de passar sobre os pátios de armazenagem e deslocar por um sistema de cabos de içamento, qualquer contêiner, mesmo que ele esteja no meio da pilha, sem a necessidade de movimentar ou transportar outras unidades. Após a aquisição, uma movimentação que leva cerca de uma hora e meia para ser concluída, passará a ser realizada em aproximadamente de oito minutos.

Atualmente, o Grupo Chibatão é o responsável por mais de dois terços da movimentação de cargas que chegam e saem de Manaus (AM) por navegação de longo curso e cabotagem.

“Este investimento faz parte do nosso pacote de modernização 2014 e 2015. Com os novos guindastes, além de reduzir o tempo nas operações, também teremos redução na área ocupada por contêineres nos pátios do terminal portuário do Grupo Chibatão”, afirmou o gestor do Grupo Chibatão, Jhony Fidelis.

De acordo com Fidelis, todos os dez novos equipamentos estarão operando no primeiro trimestre de 2015.

COMMENTS