Governo sanciona lei que amplia quantidade de biodiesel no diesel para 6%

De acordo com texto publicado no Diário Oficial da União, taxa aumentará novamente para 7% a partir de 1º de novembro deste ano

TAM avança no desenvolvimento de bioquerosene
Grupo de empresas investirá R$ 6 bilhões no transporte multimodal de etanol
Etanol hidratado bate recorde de vendas em maio: 1,43 bi de litros

biodiesel-mistura-lei

Conforme publicado nesta quinta-feira (25/9), no Diário Oficial da União, o governo federal sancionou a lei que aumenta a percentagem de biodiesel no diesel para 6% a partir de julho de 2014 e para 7% a partir de 1º de novembro deste ano. Antes, o percentual estipulado era de 5%.

A ideia é que com isso abrande a necessidade do governo de importar derivados de petróleo, que tem afetado as contas da Petrobras, que vende os produtos no mercado interno a um preço inferior ao que desembolsa para comprá-los no exterior, visando controlar as cotações.

O CNPE (Conselho Nacional de Política Energética), de acordo com o texto sancionado, poderá, a qualquer momento e por motivo de justificado interesse público, baixar o percentual para até 6%, e restabelecendo o número estipulado por ocasião da normalização das condições que motivaram a redução do percentual.

COMMENTS