Congestionamentos constantes comprometem estrutura da Ponte da Amizade

Ligação do Paraguai com o Brasil corre risco de sofrer colapso com veículos parados por muito tempo na pista

Rio de Janeiro é a 3ª cidade mais congestionada do mundo
Santos Brasil faz acordo com caminhoneiros no Porto de Santos
Trânsito em São Paulo está cada vez mais lento, afirma CET

ponte-amizade-paraguai

A Ponte da Amizade, que liga Paraguai ao Brasil, está sendo utilizada de forma irregular, e corre risco de sofrer um colapso estrutural. As informações são jornal paraguaio ADN Digital.

Construída apenas para circulação e não para que veículos fiquem parados ou estacionados por um longo período, o fluxo intenso gera congestionamento na pista diariamente. Além disso, a ponte sofre com muitas infiltrações de água.

A situação já foi advertida por técnicos que a mais de dez anos, quando observaram sua estrutura durante a substituição das juntas de dilatação. Na época, os profissionais indicaram que não seria recomendado que os veículos permanecessem na ponte por tanto tempo.

Os profissionais do setor da construção civil do Paraguai estão recomendando que um estudo mais aprofundado seja feito para determinar a extensão do problema. O Ministério das Obras Públicas e das Comunicações do país vizinho desconhece o perigo. O DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes), segundo o jornal, também recebeu recomendações, porém, aparentemente ignorou a urgência do relatório.

COMMENTS