Sinotruk recebe aval para construir fábrica em Lages (SC)

Sinotruk recebe aval para construir fábrica em Lages (SC)

Unidade fabril será a primeira da marca fora da China; produção anual vai começar em 400 caminhões montados por turno

Cummins Brasil expande fornecimento de motores para Agrale
Lei do Motorista provoca debate entre embarcadores
Iveco apresenta o primeiro caminhão elétrico da América Latina

sinotruk-a701

A montadora de caminhões Sinotruk já tem o aval do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior para construir sua unidade fabril no município de Lages (SC). A expectativa é que a portaria oficial seja entregue nesta semana, garantindo o início das obras.

A planta será a primeira unidade da marca fora da China. A produção anual da fábrica vai começar em 400 caminhões montados por turno, mas com capacidade para chegar em cinco mil veículos por ano em um único turno.

A unidade será construída no Polo Industrial de Índios, ao lado da BR-282. O investimento previsto para a construção é de cerca de R$ 300 milhões, valor que poderá aumentar em médio prazo em função dos trabalhos de desenvolvimento de tecnologia, distribuição e comercialização.

A unidade vai gerar aproximadamente 400 empregos nessa primeira etapa, número que aumentará por conta da cadeia de fornecedores a ser instalada em volta da montadora.

O prazo máximo para a empresa concluir as obras e iniciar a produção, sem perder o direito aos benefícios, é de dois anos.

Por meio do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, a empresa chinesa passa a fazer parte do programa de incentivos federais Inovar-Auto (Inovação Tecnológica e Adensamento da Cadeia Produtiva de Veículos Automotores). Com a medida, a empresa terá direito a benefícios como descontos no pagamento do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para os veículos produzidos no Brasil. Em contrapartida, a montadora deverá usar um percentual mínimo de peças nacionais.

Além do Inovar-Auto, a Sinotruk recebeu incentivos do Governo do Estado e a doação do terreno por meio de parceria entre Governo do Estado e prefeitura de Lages.

COMMENTS