Ford interrompe importação de suas vans e furgões Transit

Ford interrompe importação de suas vans e furgões Transit

Veículos estarão disponíveis enquanto durarem os estoques e não serão mais importados devido às taxas de câmbio

Atlas investe R$ 1 milhão em segurança
Os astros de fevereiro
Trecho da Ferrovia Norte-Sul que liga Palmas (TO) a Anápolis (GO) é inaugurado

Transit

Lançada em 2008, a Transit, da Ford, ao menos nesta atual versão, está com os dias contados. Assim que acabarem as unidades que ainda estão em estoque no pátio da fábrica e nas concessionárias da marca, o modelo não vai mais ser importado.

De acordo com Guy Rodriguez, diretor de vendas de veículos comerciais da Ford, a razão para a interrupção da importação do modelo, que é fabricado na unidade da empresa na Turquia, foi o atual patamar do dólar, cotado na faixa de R$ 2,30. “O dólar neste valor não permite que a nova Transit seja competitiva no mercado nacional”, explica.

Embora não faça previsões sobre uma provável retomada das importações do modelo, Rodriguez não descarta o retorno do produto. “Mas, por enquanto, a interrupção da importação da Transit é por prazo indeterminado”. O desempenho das vendas do furgão da Ford não se mostrava muito animador por conta do atual elevado preço do produto.

No primeiro semestre deste ano foram comercializadas apenas 967 unidades no País. Para efeito de comparação, no mesmo período a Fiat, líder do segmento, comercializou 5.466 Ducato e a vice-líder Renault emplacou 5.242 Master. A nova versão da Transit foi apresentada na última Fenatran, em outubro do ano passado, mas o veículo nem chegou a ser importado pela fabricante.

Por Mauro Cassane, especial para o Portal Transporta Brasil

COMMENTS