Tianjin Airlines firma acordo com a Embraer para aquisição de 20 E-Jets e 20 E-Jets E2

Primeiras unidades serão entregues em 2015 e 2018, respectivamente

Azul Linhas Aéreas transforma aeronaves de sua frota em cargueiros
Lufthansa comemora centenário do primeiro voo exclusivamente de carga na Alemanha
Embraer celebra meio século de história

embraer-ejet-aniversario

A Embraer fechou um contrato para a venda de 40 aeronaves para a companhia aérea chinesa Tianjin Airlines, uma subsidiária do HNA Group.

Avaliado em US$ 2,1 bilhões a preço de lista, o contrato contempla 20 E-Jets e 20 E-Jets E2, o que faz da Tianjin Airlines o primeiro cliente dos E-Jets E2 na China.

Os primeiros E-Jets e E-Jets E2 serão entregues em 2015 e 2018, respectivamente.

“Este é mais um importante momento dessa longa e sólida parceria com a HNA Group e Tianjin Airlines, o maior operador de E-Jets na Ásia. O novo pedido reforça o sucesso que a companhia aérea vem tendo com os jatos Embraer. As significantes conquistas da Tianjin Airlines e sua contribuição para a aviação regional chinesa são vitrines para as aeronaves Embraer,” disse Paulo Cesar Silva, Presidente & CEO da Embraer Aviação Comercial. “É uma satisfação fazer parte desse trabalho conjunto para abrir novas oportunidades de mercado e contruir uma rede de transporte aéreo para o benefício do país”.

COMMENTS