Blindagem de automóveis cresce no Brasil e bate recorde pelo 4º ano consecutivo

Em 2013, 10.156 veículos receberam a proteção; número é 21,13% maior que em 2012

Kia Motors alcança a marca de um milhão de veículos exportados para a América Latina
Nissan obtém lucro líquido de US$ 6,13 bi entre abril de 2016 e último março
IPVA Rondônia 2014

blindagem-carros-aumento

Um balanço realizado pela Abrablin (Associação Brasileira de Blindagem), referente a 2013, apontou que o número de carros blindados no Brasil bateu recorde pelo quarto ano consecutivo: 10.156 veículos receberam a proteção. A pesquisa contou com a participação de 31 blindadoras associadas à entidade e que representam 70% da produção total de veículos blindados no País.

O número é 21,13% maior que em 2012, quando 8.384 carros foram blindados. Em 2011 e em 2010 foram blindados, respectivamente, 8.106 e 7.332 carros.

“A sensação de insegurança cada vez maior em todo o País é o fator principal que explica o aumento da procura pelo serviço. Com medo diante da violência urbana, muitos cidadãos, inclusive, substituem o investimento em um modelo de carro mais luxuoso por um modelo um pouco mais simples, mas com a segurança da blindagem”, afirma o presidente da Abrablin, Laudenir Bracciali.

No ranking divulgado pelo levantamento com os Estados que mais blindaram veículos em 2013, São Paulo lidera, com pouco mais de 63,04%, seguido pelo Rio de Janeiro, com 12,18%. Os outros três Estados que compõem o “top 5” são do Nordeste: Pernambuco (6,37%), Ceará (5,94%) e Bahia (2,84%).

Os quase 10% restantes do universo blindado estão distribuídos por estados de todas as regiões do País: Amazonas, Pará, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Mato Grosso, Espírito Santo, Distrito Federal, Goiás, Rio Grande do Norte, Alagoas e Paraíba.

“Essa distribuição ilustra que a insegurança é um sentimento geral, não mais regionalizado, como acontecia há alguns anos”, diz Bracciali.

COMMENTS