Ferrovia paranaense começa a voltar ao normal depois dos transtornos das chuvas

Ferrovia paranaense começa a voltar ao normal depois dos transtornos das chuvas

Ferroeste iniciou a liberação de linha interrompida por queda de barreiras. Ferrovia voltou a operar depois de oito dias de interrupção na linha

Chuvas complicam o transporte de cargas na maior cidade do País
Advogado explica como transportadoras prejudicadas pelas enchentes podem recorrer à Justiça
Iveco cede caminhão à Cedec (MG) para intensificar ações de enfrentamento ao período chuvoso

ferroeste-06-14

A Ferroeste informou que voltou a operar normalmente esta semana depois de ficar oito dias interditada, devido à queda de barreira e destruição da linha pelas chuvas. Segundo os administradores da ferrovia, o trecho mais crítico, que precisou de recuperação do aterro, está no km 87 da via, entre as cidades de Goioxim e Cantagalo.

Na madrugada de quarta-feira (18), dois trens começaram a circular na Ferroeste, um graneleiro que partiu de Cascavel para Guarapuava e outro, no sentido oposto, carregado de cimento. Por enquanto, a movimentação de trens se limita a este trecho, pois o trecho da ALL entre Guarapuava e Desvio Ribas não está liberado ainda.

COMMENTS