Passagens de trem e metrô do Rio de Janeiro sofrem reajuste

Acréscimo entrará em vigor no dia 19/5; tarifa de trem passa de R$ 2,90 para R$ 3,20, já a de metrô sobe de R$ 3,20 para R$ 3,50

Escavadeira “Megatatuzão” chega à estação Eucaliptos da Linha 5-Lilás do Metrô de São Paulo
Integração entre ônibus e metrô registra 6 mi de viagens em um ano em Los Angeles (EUA)
Ligação entre Estação Tamanduateí e São Bernardo é selecionada entre as obras do PAC 2

metro-rio-tarifa

Os usuários de trem e metrô do Rio de Janeiro pagarão mais pelas passagens a partir da próxima segunda-feira (19/5). A tarifa de trem passa de R$ 2,90 para R$ 3,20, já a de metrô sobe de R$ 3,20 para R$ 3,50.

O reajuste anual foi autorizado em março pela Agetransp (Agência Reguladora de Transportes Públicos) e está previsto no contrato de concessão.

Com o intuito de não repassar o acréscimo ao usuário, o governo vai subsidiar as concessionárias e manter o valor da tarifa social por meio do Bilhete Único intermunicipal. O portador do bilhete continuará pagando os valores atuais. Já quem ainda não tem pode se cadastrar em um dos sete postos montados em estações da SuperVia ou em outros seis do Metrô ou se cadastrar no site da Riocard, que é responsável pelo sistema de cartões.

Desde o anúncio do reajuste, 11,8 mil usuários se inscreveram para adquirir o Bilhete Único.

Com informações do G1

COMMENTS