Produção de caminhões e ônibus apresenta queda no 1º trimestre do ano

Produção de caminhões e ônibus apresenta queda no 1º trimestre do ano

Entre janeiro e março, foram fabricados 42,4 mil unidades, o que significa um decréscimo de 1,5% com relação as 43,1 mil do mesmo período de 2013

Volkswagen lidera mercado de caminhões no Sul pela primeira vez
Anfavea negocia prorrogação de acordo com México por cinco anos
Fabricantes de veículos acreditam na retomada do crescimento em 2015

anfavea-set-12

A Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) divulgou os resultados da indústria automobilística em março. O balanço apontou que, no segmento de veículos comerciais, a produção de caminhões e ônibus apresentou redução.

No caso dos caminhões, foram produzidos no primeiro trimestre deste ano 42,4 mil unidades, o que significa um decréscimo de 1,5% com relação as 43,1 mil do mesmo período do ano passado.

Somente em março deste ano foram 13,7 mil caminhões produzidos, baixa de 9% frente as 15 mil de fevereiro deste ano e de 18% ante as 16,7 mil de março do ano anterior.

No licenciamento de caminhões, a comparação das 30,4 mil unidades dos três primeiros meses de 2014 com as 34,3 mil do mesmo período do ano passado representa redução de 11,3%. Na análise mensal, foram 9,2 mil caminhões em março de 2014, contração de 24,7% com as 12,2 mil de março de 2013 e de 11,5% com as 10,4 mil de fevereiro deste ano.

As exportações subiram 9,2% no trimestre, com 4,7 mil unidades este ano contra as 4,3 mil do ano passado. Ao se comparar as 1,5 mil de março frente as 1,8 mil do mesmo período de 2013 a queda foi de 13%, enquanto que o comparativo com fevereiro deste ano aponta baixa de 18,8%.

No segmento de ônibus houve ligeira queda no trimestre. Com 9,6 mil ônibus fabricados, houve decréscimo de 3,2% frente as 9,9 mil de 2013. Em março, foram produzidas 3,5 mil unidades, queda de 7,6% ao se comparar com as 3,8 mil de março do ano passado e de 5,3% sobre as 3,7 mil de fevereiro de 2014.

No licenciamento a baixa foi de 19,3%, sendo que foram 2,4 mil unidades comercializadas em 2014 e 3 mil no ano passado.
Também houve queda no trimestre: 8,8% a menos quando defrontadas as 6,9 mil de 2014 com as 7,6 de 2013.

COMMENTS