TNT Express cancela venda dos negócios domésticos do Brasil

TNT Express cancela venda dos negócios domésticos do Brasil

Companhia de encomendas expressas aborta processo de licitação para a venda das operações da TNT Mercúrio e trabalhará para recuperar rentabilidade no País

Continental Airlines testa combustível à base de alga marinha e pinhão
Mato Grosso retira mais de R$ 600 milhões das rodovias para obras da Copa do Mundo
Grupo Martins recebe novo lote do Iveco Vertis

tnt-mercurio-operacoes

Alegando não ter conseguido fechar uma transação em termos aceitáveis, a TNT Express anunciou o cancelamento do processo de licitação para a venda de suas operações domésticas no Brasil, sob o nome de TNT Mercúrio. Com isso, a companhia continuará a ser conduzida como uma unidade separada dentro da empresa de encomendas expressas. A empresa não informou sobre o que os números ou condições envolviam durante as negociações.

A decisão de vender suas operações domésticas no Brasil, que começou em março do ano passado, foi motivada para aumentar o foco na Europa e conexões internacionais entre a Europa e o resto do mundo, bem como para diminuir a exposição financeira ao Brasil.

A TNT fechou um balanço sobre o desempenho no Brasil no último ano, e os relatórios apontaram que novas receitas foram geradas no período. No terceiro trimestre de 2013, por exemplo, as receitas foram de € 88 milhões, 12,8% anual em comparação com o mesmo trimestre de 2012.

Nos primeiros nove meses do ano, a TNT Mercurio teve receitas ajustadas de € 255 milhões, um aumento de 12% em relação ao ano anterior.

Prejuízo operacional ajustado Doméstico do Brasil foi de € 22 milhões para os primeiros nove meses de 2013, em comparação a € 53 milhões para o mesmo período de 2012 – uma redução de 58,5%.

A empresa, que opera com cerca de 4 mil veículos e 110 instalações no Brasil, agora diz que vai trabalhar para melhorar as operações brasileiras e foco na satisfação do cliente, qualidade dos serviços, gestão de receitas e controle de custos.

COMMENTS