Porto Seco de Uruguaiana (RS) passa a contar com laboratório para inspeção de frutas

Novo procedimento acelerará vistoria, que antes era realizada por uma empresa terceirizada, levando cerca de dois dias para emissão de laudo

Sinotruk traz linha Premium de caminhões ao Brasil
Mercado de carros importados no Brasil recua 40,6% em janeiro
GTM Máquinas fecha parceria com fabricante taiwanesa de empilhadeiras

portoseco-uruguaiana

O Porto Seco Uruguaiana (RS) passa a contar com o laboratório agronômico da cidade para acelerar o procedimento de vistoria de frutas. Com isso, a inspeção das mercadorias, que são recebidas por importação, passará a ser feita diretamente em uma sala cedida pela prefeitura do município, com a expectativa de autorização ainda para o mesmo dia.

Anteriormente, o processo era realizado por uma empresa terceirizada, levando cerca de dois dias para emissão de laudo. Redução de custo e ganho no tempo são as principais vantagens do método.

“Trabalhamos para que, cada vez mais, os importadores e transportadores consigam centralizar suas atividades com um único fornecedor, o que resulta numa melhor administração de suas cargas”, explica Antônio da Rocha, gerente operacional da região Sul da Elog, operadora logística do porto.

O laboratório é credenciado e autorizado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, conforme instruções normativas de 2008. Por regra, uva, kiwi e abacate vindos do Chile devem passar por intervenção, além das uvas de origem argentina. As frutas dos de outros países continuam sendo testadas por amostragem.

COMMENTS