Plataforma P-55 da Petrobras entra em operação no campo de Roncador

Unidade do tipo semi-submersível foi projetada para processar 180 mil barris de petróleo por dia, comprimir 6 milhões m³ de gás natural diários e injetar 290 mil barris de água

Petrobras encontra petróleo leve na Bacia de Sergipe-Alagoas
Petrobras comprova presença de óleo leve em poço da Bacia de Santos
Petrobras assina carta de intenção para afretamento de duas plataformas da Bacia de Santos

plataforma-petrobras-roncad

A plataforma de produção P55 (unidade do tipo semi-submersível) da Petrobras entrou em operação no final de dezembro, no campo de Roncador, na Bacia de Campos. Instalação é um dos projetos estratégicos do Plano de Negócios e Gestão 2013-2017 da companhia.

A P-55 é parte integrante do projeto Módulo 3 do campo de Roncador. Nela serão interligados 17 poços, sendo 11 produtores de petróleo e gás e seis injetores de água.

A exportação de petróleo e gás natural da plataforma será realizada por dutos submarinos conectados da plataforma até a rede de escoamento de petróleo e gás da Bacia de Campos.

Instalada em local onde a profundidade é de 1.800 metros, a plataforma foi projetada para processar 180 mil barris de petróleo por dia, comprimir 6 milhões m³ por dia de gás natural e injetar 290 mil barris de água por dia.

Com 52 mil toneladas, 10 mil m² de área, a P-55 é a maior plataforma semissubmersível construída no Brasil e uma das maiores do gênero no mundo.

COMMENTS