Investimentos em infraestrutura de transportes devem crescer 55% até 2017

Valores aplicados devem somar R$ 163 bilhões, R$ 58 bilhões a mais que no quadriênio anterior

BNDES liberou 8% a mais de verbas para logística de transporte em 2015
BNDES divulga regras do Procaminhoneiro. Saiba os detalhes para a obtenção do financiamento
BNDES lança programa de refinanciamento para o transporte rodoviário de cargas

porto-sao-sebastiao

De acordo com o boletim Perspectivas do Investimento, do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), de 2014 a 2017, os investimentos em infraestrutura de transportes devem crescer cerca de 55%.

Os valores aplicados devem somar R$ 163 bilhões, R$ 58 bilhões a mais que no quadriênio anterior.

Portos e Ferrovias serão destaques no período. Conforme o levantamento, com o programa de concessões do governo federal e de parcerias público-privadas, o setor portuário deve receber R$ 34 bilhões. O valor é 124% maior que no período de 2009 a 2012, quando foram aplicados R$ 15 bilhões.

O levantamento também destaca os terminais de uso privado, que passam a movimentar cargas de terceiros com o novo marco regulatório do setor, que entrou em vigor e 2013.

Conforme o documento, a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) deverá acompanhar de perto a operação desses terminais para garantir a execução dos investimentos nas infra e superestruturas.

Já para o setor ferroviário, a previsão é que os recursos somem R$ 59 bilhões, o que representa uma alta de 108% se comparado com os R$ 29 bilhões investidos no quadriênio anterior devido, em especial, à expansão de Ferrovias existentes, como por exemplo a Norte-Sul e a Transnordestina.

Para aeroportos e rodovias, a perspectiva é que o crescimento seja mais modesto. No primeiro caso, os investimentos passarão de R$ 7 bilhões para R$ 8 bilhões, que representam crescimento de 20%; no segundo, de R$ 54 bilhões para R$ 62 bilhões, o que significa alta de 16%.

COMMENTS