Daimler Trucks entrega 462 mil veículos entre janeiro e novembro de 2013

Resultado é o melhor desde 2006; números finais de vendas globais do ano passado serão apresentados em fevereiro

Média de idade dos caminhões brasileiros é de quase 9 anos, segundo pesquisa
CNT lança simulador de financiamento de caminhões e implementos rodoviários
Golden Cargo otimiza processos com informatização

mercedes-daimler-asia

A Daimler Trucks, em 2013, obteve bons resultados e conseguiu entregar mais caminhões do que em qualquer ano desde 2006.

“Pouco antes do final do ano, já esperávamos superar o número de vendas do ano anterior, de 462 mil unidades, como anunciado anteriormente”, declarou o Dr. Wolfgang Bernhard, membro do Conselho de Administração da Daimler AG responsável pela Daimler Trucks e Daimler Buses.

No balanço divulgado – considerando de janeiro a novembro de 2013 –, consta que a companhia entregou 433.600 veículos das marcas Mercedes-Benz, Fuso, Freightliner, Western Star, Thomas Built Buses e BharatBenz. Isso significa que as vendas foram 2% maiores do que no mesmo período no ano anterior, quando foram vendidas 424.000 unidades.

Com base nos dados iniciais para dezembro, a Daimler Trucks espera fechar 2013 com um crescimento de vendas encorajador para o ano inteiro. Os números finais de vendas globais serão apresentados na conferência anual de imprensa da Daimler, em fevereiro.

As vendas foram estáveis na região do NAFTA (Canadá, EUA e México), totalizando 124 mil veículos nos primeiros 11 meses do ano. A Daimler Trucks também reforçou sua posição de liderança na Europa. Enquanto o mercado encolheu cerca de 6% na Europa Ocidental, as vendas na Daimler Trucks aumentaram em 9% até novembro, para 56.800 veículos.

O negócio também melhorou para a Daimler Trucks no Brasil, que é o maior mercado de caminhões da Mercedes-Benz. A Divisão foi capaz de se beneficiar de seus caminhões produzidos localmente e também aumentou as entregas em mais de um terço para 37.300 veículos nos primeiros 11 meses de 2013.

Na Ásia, as vendas foram afetadas por desenvolvimentos de mercado variados e altamente voláteis. No Japão, as entregas aumentaram em 7% nos primeiros 11 meses de 2013, para 34.400 unidades.

Sobre as perspectivas para 2014, Bernhard diz: “É claro que planejamos compartilhar o crescimento moderado do mercado global de caminhões que é esperado para 2014. No entanto, ainda é muito cedo para fazer quaisquer previsões, pois as principais regiões continuam a enfrentar desafios”, comenta. “É claro, entretanto, que temos que, mais uma vez, fazer grandes progressos este ano para alcançar a meta de vender mais de 500 mil caminhões em 2015. Nós continuamos a fazer tudo o que podemos para fortalecer nossa posição como fabricante líder mundial de caminhões. Para conseguir isso, também estamos implementando nossas estratégias específicas para as respectivas regiões”.

COMMENTS