Ecovias testa nova modalidade de comboio na rodovia dos Imigrantes (SP-160)

Procedimento será aplicado somente quando houver neblina no trecho de interligação para os motoristas que trafegam na Anchieta (SP-150); teste será realizado até o dia 15/3

Rodovias Anchieta e Imigrantes terão novo sistema de segurança
Governo de SP inicia nova etapa de obras no trevo entre rodovias Anchieta e Padre Manoel da Nóbrega
Artesp unifica velocidade limite no trecho de serra da Rodovia Anchieta (SP)

anchieta-imigrantes-neblina

A Ecovias, concessionária responsável pela administração do sistema Anchieta-Imigrantes, está testando uma nova modalidade de comboio na rodovia dos Imigrantes, que dá acesso ao litoral de São Paulo.

O procedimento será aplicado somente quando houver neblina no trecho de interligação para os motoristas que trafegam na Anchieta (SP-150). A medida foi sugerida pela concessionária e aprovada pela Artesp (Agência Reguladora de Transportes de São Paulo) após estudos. A nova operação será avaliada até o dia 15/3. Se os resultados forem positivos, o esquema passará a funcionar em caráter definitivo.

A empresa afirma que os motoristas de veículos leves que trafegam pela Imigrantes não precisarão mais entrar em comboios quando houver neblina intensa apenas na Interligação Planalto. A modalidade experimental fará a escolta em velocidade reduzida apenas para veículos que optarem ou precisarem obrigatoriamente acessar a Interligação para descer a serra pela Via Anchieta.

Atualmente, sempre que a visibilidade fica abaixo dos 100 metros em algum ponto da Imigrantes ou na Interligação Planalto, é implantado o comboio. Com isso, todos os veículos são represados na praça de pedágio, localizada no km 32, e grupos com cerca de 500 veículos são conduzidos por viaturas da empresa e da Polícia Militar Rodoviária em velocidade reduzida até um ponto com mais nitidez.

Com o novo procedimento, se a visibilidade estiver abaixo de 100 metros na Interligação, mas acima de 100 metros em toda a extensão da Rodovia dos Imigrantes, os veículos leves serão orientados a permanecer nas faixas 1 e 2 e serão liberados normalmente nas cabines, podendo seguir viagem dentro dos limites de velocidade permitidos para a via. Já os veículos pesados, que estarão nas faixas 3 e 4, deverão aguardar a formação do comboio e serão conduzidos por viaturas da polícia e da concessionária a velocidade de 40 km/h até o km 40, onde entrarão na Interligação Planalto.

Com o objetivo de evitar que os veículos leves entrem no comboio por engano ou que os caminhões e ônibus saiam dele, todo o trecho do km 32 ao km 40 terá as faixas 1 e 2 separadas das faixas 3 e 4 por cones, instalados por um equipamento especial que realiza o trabalho de maneira mais ágil e sem necessidade de expor operadores a riscos na rodovia.

Com informações do G1

COMMENTS