Preço médio do biodiesel em leilões da ANP cai 12,7% em relação ao ano passado

Preço médio do biodiesel em leilões da ANP cai 12,7% em relação ao ano passado

Supersafra de soja brasileira, grande disponibilidade mundial de óleos vegetais e ociosidade do parque instalado para a produção de biodiesel no País são os principais motivos do decréscimo

ANP disponibiliza lista de postos de combustíveis irregulares do Brasil
Biodiesel: uma guerra pela quantidade da mistura
GOL realiza primeiro voo comercial com biocombustível

bunge-fabrica-biodiesel

Ao longo de 2013, foram realizados seis leilões de biodiesel pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis). Nesses eventos, realizados uma vez por bimestre, negociou-se o biocombustível, em média, a R$ 2,08/litro, o que significa uma queda de 12,7% em relação ao preço nominal médio do ano passado.

Entre os fatores que contribuíram para a queda de preços estão a supersafra de soja brasileira, que reforçou a disponibilidade de matéria-prima para a produção do biodiesel; a grande disponibilidade mundial de óleos vegetais; além da ociosidade do parque instalado para a produção de biodiesel no País, próxima a 60%.

Por outro lado, atualmente, os preços do diesel mineral vêm mantendo tendência de alta. No mês de setembro, as distribuidoras de combustíveis pagaram às refinarias pelo diesel A (sem a adição do biodiesel), em média, R$ 1,60/litro, alta de 11% em relação ao mesmo mês de 2012. Expectativa para outubro é que se confirme a estabilidade de preços.

O diesel importado custou, em média, R$ 1,75/litro em setembro de 2013, queda de 3,5% em relação aos preços praticados em agosto. Em relação a setembro de 2012, quando o produto foi importado a R$ 1,49/litro, a alta foi de 17%. Esses valores não consideram o custo de internação do produto trazido do exterior.

As vendas de diesel B pelas distribuidoras de combustíveis cresceram 5,6% nos primeiros oito meses de 2013 em relação ao mesmo período de 2012. Entre janeiro e agosto, foram comercializados 38,4 bilhões de litros de diesel em todo o território nacional. Desse total, o volume importado, de 7,2 bilhões de litros, representou 19% do consumo brasileiro de diesel, percentual recorde para o período, desde a criação do Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel, em 2005. Em setembro, foram importados 600 milhões de litros adicionais.

COMMENTS