FedEx destaca soluções de transporte para a cadeia fria em fórum anual

Em evento realizado nos EUA, companhia de encomendas expressas apresentou novidades que podem ser tendências no setor de saúde

Transportadoras do Brasil estão prontas para distribuir a vacina da Covid-19
American Airlines lança novo serviço de transporte refrigerado
Câmaras frias de Guarulhos viabilizam logística de carga farmacêutica proveniente da Espanha

FedEx

Durante o Healthcare Forum, evento anual da FedEx, realizado ao longo da última semana de outubro, nos EUA, líderes da indústria da saúde destacaram uma série de novidades em soluções de transporte para a cadeia fria.

O fórum contou com painéis e discussões focadas nas demandas dos clientes, e também em como o setor de transporte pode expandir as possibilidades na área da saúde por meio da oferta de soluções inovadoras para conectar a indústria e os mercados.

Segundo Carl Asmus, vice-presidente de soluções de cadeia de suprimentos e desenvolvimento de mercado da FedEx,o setor deve crescer e chegar a 9,3 bilhões de dólares em 2017.

Entre algumas das soluções da FedEx para a cadeia fria destacara-se na conferência:

• Manta térmica: essa solução pode ser uma opção para os clientes que precisam enviar grandes volumes de carga em temperatura de 15 a 25ºC. A solução foi criada especialmente para embarcadores de produtos de cuidado com a saúde sensíveis e inclui o serviço Priority Alert Plus, coleta e entrega em veículos refrigerados. A manta térmica que compõe a solução é reutilizável e isenta de taxações ou impostos, por ser considerada uma ferramenta internacional de comércio.

• Opção de envio em embalagem resfriada: indicada para clientes que precisam manter seus envios a uma temperatura de 2 a 8ºC por até 96 horas, a opção é fabricada pela NanoCoo. A embalagem não agride o meio ambiente e pode atingir a temperatura de 2 a 8º em menos de cinco minutos, sem o uso de pacotes de gel.

• Novo centro para a cadeia fria em Memphis: a FedEx anunciou recentemente o desenvolvimento dessa instalação de 8.175 m² , que vai interagir com as operações do hub de Memphis para dar agilizar envios q ue passam pela rede da FedEx Express. O centro para a cadeia fria contará com controle de temperatura, operação de coleta e entrega de envios pesados, e sistema de monitoramento em tempo real dos níveis de CO2, umidade e temperatura. A unidade será inaugurada na primavera de 2014 e contará com salas com controle térmico para produtos que precisam ser mantidos a temperaturas de -25 a -10º (congelados), 2 a 8º (resfriados) e 15 a 25º (temperatura ambiente controlada).

• ShipmentWatch: a solução de monitoramento permite que a FedEx Custom Critical monitore os envios por meio do SenseAware, aplicativo que fornece informações sobre localização, temperatura, exposição à luz, umidade, pres são barométrica e impacto.

“Os serviços biofarmacêuticos globais para a cadeia fria estão transformando a indústria mundial da saúde por meio do acesso a medicamentos e tecnologias que salvam vidas. O Fórum nos dá a oportunidade de divulgar aos nossos clientes as últimas inovações nos serviços da FedEx para a indústria da saúde e de, juntos, identificarmos soluções para o futuro, com base em tendências e mudanças nas necessidades”, conclui Asmus.

COMMENTS