Três dos principais players exibem novidades para o transporte superpesado na Fenatran 2013

Três dos principais players exibem novidades para o transporte superpesado na Fenatran 2013

Mercedes-Benz, Scania e Volvo apresentam ao público da 19ª edição do Salão Internacional do Transporte as mais robustas opções para o mercado brasileiro de caminhões

Quer melhorar a gestão de pneus da sua frota? A Goodyear oferece uma solução
Contran volta atrás e suspende terceira placa por tempo indeterminado
Scania oferece pacote de serviços para ônibus da marca

scania-r620-home

Entre uma série de novidades  apresentadas durante a 19ª edição da Fenatran, uma das maiores atrações de todo o evento fica por conta do segmento dos caminhões para o transporte superpesado, sobretudo os veículos aplicados em operações com cargas indivisíveis acima de 200 toneladas. E para este ano, três dos principais players de caminhões (Scania, Volvo e Mercedes-Benz) reservaram ao público as mais robustas opções para o mercado brasileiro. 

megatranz-mercedesMercedes-Benz

Representando essa categoria de gigantes, a montadora está exibindo o Actros 4160 AK SLT, com tração 8×8, indicado para o transporte de cargas até 250 toneladas.

Fabricado na Alemanha, o veículos conta com motor Mercedes-Benz OM 502 LA V8 de 598 cv de potência a 1.800 rpm e torque de 2.800 Nm a 1.080 rpm.

O Actros SLT vem equipado também com uma embreagem de acoplamento hidráulico que proporciona manobras e partidas isentas de desgaste da embreagem seca. Além disso, o veículo conta com retarder integrado na embreagem e refrigeração adicional.

O gigante foi equipado para atender especialmente a transportadora Megatranz, que utilizará o veículo para a realização de transportes de cargas indivisíveis.

Scania

O grande lançamento da marca na feira é o R 620 V8 para o transporte de cargas indivisíveis, agora com configuração de rodas 6×4/8×4. O caminhão – que custará a partir de R$ 600 mil – chega para atender aos clientes que buscavam uma solução para este segmento. O modelo estreia a capacidade máxima de tração de 250 toneladas.

O veículo, de motor 16 litros V8 de 620cv, que pode desenvolver torque de 3.000Nm, conta com caixa totalmente automatizada Opticruise, Driver Support e freio auxiliar Scania Retarder.

Segundo Roberto Leoncini, diretor-geral da Scania no Brasil, acredita que o modelo será mais requisitado pelo setor de construção civil.

Vale ressaltar que o modelo é o caminhão mais potente fabricado no Brasil, sendo assim, o único da categoria de gigantes que não é importado.

Volvo

volvo-fh16-dentro

O FH16 8×4, um dos mais badalados veículos da feira, conta com 750cv de potência, o que faz dele o caminhão mais potente do mundo.

O caminhão, produzido na Suécia, faz parte da nova linha FH lançada recentemente na Europa e agora está sendo lançado no Brasil. A versão é capaz de tracionar 200 toneladas.

Segundo Roger Alm, presidente do Grupo Volvo América Latina, já tem clientes brasileiros interessados no veículo, que custará R$ 1 milhão.

O FH16 é equipado com o D16G, um motor de 16 litros que alcança um torque de 3550Nm. O motor entrega 2800Nm de torque já a 900 rpm. Depois disso, a curva de torque sobe rapidamente e atinge seu pico de 3550 Nm a 1050 rpm, e este elevado torque continua na faixa plana até 1400 rpm.

A 19ª Fenatran, Salão Internacional do Transporte, está acontecendo no Parque de Exposições do Anhembi, em São Paulo (SP), entre os dias 28/10 e 1º de novembro.

COMMENTS