Lufthansa Cargo passará a utilizar Boeing 777F

Lufthansa Cargo passará a utilizar Boeing 777F

Maior avião cargueiro bi-jato do mundo, Triple Seven de US$ 270 milhões será utilizado em operações a partir de novembro, nos EUA

Número de passageiros do modal aéreo deve chegar a 7,3 bi por ano em 2034
Demanda por voos domésticos de companhias brasileiras cresce 3,4% no 1º trimestre
Após fusão, Azul e Trip anunciam mudanças no comando das operações

lufthansa-boeing-777f

O novo Boeing 777F, maior avião cargueiro bi-jato do mundo, passará a ser utilizado pela companhia aérea Lufthansa a partir de novembro. Os três primeiros destinos programados para a nova aeronave são Atlanta, Chicago e Nova York, cidades norte-americanas.

“Graças à performance técnica e confiabilidade, o transporte de carga inicia uma era de novas dimensões. O momento também marca a nossa ambiciosa trajetória de reduzir as emissões em 25% até 2020”, disse dr. Karl-Rudolf Rupprecht,  membro do conselho da Lufthansa Cargo.

Modernizar a frota é um dos projetos previstos pela Lufthansa Cargo para ser concretizado até 2020. A companhia investiu em cinco novos Triple Seven, cujo preço de lista é de US$ 270 milhões cada. Os dois novos cargueiros serão inicialmente usados para substituir os MD11F mais antigos da frota.

O novo integrante da frota da Lufthansa Cargo é capaz de ficar no ar por 10 horas e meia com uma carga de 103 toneladas. Em todo esse tempo, pode voar nove mil quilômetros sem escalas, com dois motores. Além disso, a aeronave atende aos mais restritivos padrões de proteção contra ruídos da aviação civil internacional, garantindo assim o acesso aos aeroportos com regras contra ruído.

COMMENTS