Trecho da BR-163 entre Sinop (MT) e MS poderá ter nove praças de pedágio

Motorista pagará R$ 4,05 a cada 100 quilômetros percorridos no trecho após concessão para a iniciativa privada

DNIT e ANTT planejam abrir processos seletivos
ANTT autoriza transporte em trecho da Ferrovia Norte-Sul, no Tocantins
ANTT proíbe tráfego de caminhões em trecho da Fernão Dias

BR-163-pedagio

Segundo a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), nos 821,6 quilômetros da BR-163 que devem ser concedidos à iniciativa privada, entre Sinop (MT) e Mato Grosso do Sul, a tarifa de pedágio será de R$ 4,05 a cada 100 quilômetros.

A projeção faz parte de um estudo econômico que envolve mais quatro lotes previstos para serem concedidos no País, que juntos devem receber investimentos estimados em R$ 25,05 bilhões. Ainda não há data marcada para a oferta acerca da BR-163.

Os pedágios devem começar a ser cobrados quando cerca de 10% das obras (de duplicação previstas) estiverem concluídas, e esse percentual representa 43 quilômetros.

Nove dos 19 municípios que estão diretamente ligados à rodovia nos trechos podem receber as praças: Itiquira, Rondonópolis, Santo Antônio de Leverger, Cuiabá, Jangada, Diamantino, Nova Mutum, Lucas do Rio Verde e Sorriso.

COMMENTS