Operação do Procarga no Vale do Ribeira (SP) desmantela quadrilha organizada

Operação do Procarga no Vale do Ribeira (SP) desmantela quadrilha organizada

Primeira etapa do programa de prevenção e redução de roubo de cargas Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo contou com fiscalização em 300 quilômetros da Rodovia Regis Bittencourt

MAN consolida liderança no mercado pelo nono ano
CTF: força para a mobilidade e apetite pelo mercado
Porto do Pecém (CE) recebe novo navio de cabotagem da Aliança

prf-caminhao-grande

O Procarga (Programa de Prevenção e Redução de Furtos, Roubos, Apropriação Indébita e Receptação de Carga), desenvolvido pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, informou que, no dia 22/8, iniciou a primeira fase da Operação Procarga – Vale do Ribeira 2013.

A ação contou com a Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e Concessionária Autopista. Tratou-se da primeira fase de operação policial de saturação de Polícia Judiciária, destinada ao cumprimento de mandados de busca e apreensão, prisão, bem como, intimação de pessoas de algum modo envolvidas no desvio e receptação ilícita de cargas nos quatro pontos de maior índice de crimes dessa natureza, distribuídos em 300 quilômetros da Rodovia Regis Bittencourt (Km 269-568), o que compreende a Serra do Azeite – Cajati, Bairro do Engano e Santa Rita – Miracatu e Bairro Barnabé – Juquitiba.

A operação contou com 27 viaturas e 66 policiais civis, dez viaturas e 20 policiais militares e 8 viaturas e 24 policiais rodoviários federais, num efetivo total de 110 policiais e 45 viaturas envolvidas, das Delseccpols. de Registro, Jacupiranga e Taboão da Serra, 4a e 5a Deleg. PRF, e 25º BPM/M e 14º BPM/I da PMSP.

O efetivo manteve presença maciça nos quatro pontos-alvo, gerando sete Boletins de Ocorrência, cumprindo dez mandados e busca e apreensão obtidos nas Comarcas respectivas nos dias que antecedera o evento, bem como, diligenciaram para o cumprimento de seis mandados de prisão, além de terem realizado intimações de cerca de 20 pessoas para prestarem esclarecimentos em cartório nos dias seguintes ao da operação.

A boa notícia se refere à continuidade dos trabalhos iniciados na data da operação que, somados à investigação, resultou na prisão de uma quadrilha (dois adultos e dois adolescentes), que utilizavam coletes da Polícia Federal quando foram presos no dia 23/8 após praticarem seu último roubo.

Números do primeiro semestre

No Estado de São Paulo, segundo a Secretaria de Segurança Pública, no primeiro semestre de 2013 foram registradas 3.743 ocorrências, com média de 623,83 roubos por mês. O número significa um aumento de 1,96% na média de ocorrências em relação ao período de janeiro a junho de 2012, quando totalizou 611,83.

A grande maioria dos roubos aconteceram na Capital e Região Metropolitana, com mais de 81% das ocorrências. Já o Interior do Estado somou aproximadamente 19% das incidências.

Março, abril e maio foram os meses com maior número de roubos, com 673, 649 e 635 ocorrências, respectivamente.
Em relação ao resultado anual, 2012 encerrou com 7.342 ocorrências registradas. Já 2011 apresentou 6.958 roubos, enquanto que 2010 acumulou 7.294.

COMMENTS