Navio da Aliança será batizado no Porto Chibatão (AM)

Fernão de Magalhães fará a rota de cabotagem entre o Amazonas e os demais portos do litoral brasileiro

Porto do Pecém (CE) recebe novo navio de cabotagem da Aliança
Hamburg-Süd e Aliança reformulam rotas da Europa e América do Sul
Aliança Navegação e Logística amplia frota de caminhões em Manaus (AM)

alianca-fernao-magalhaes

A Aliança batizará na quinta-feira (26/9), no Terminal Portuário Alfandegado do Grupo Chibatão, na zona Sul de Manaus (AM), navio porta-contêiner que fará a rota de cabotagem entre o Amazonas e os demais portos do litoral brasileiro. O nome escolhido é Fernão de Magalhães, em homenagem ao explorador português homônimo.

Com capacidade para transportar 3.800 Teus (unidade padrão de um contêiner de 20 pés) e 500 tomadas para contêineres refrigerados, o Fernão de Magalhães faz parte do projeto de renovação da frota da armadora em um total de R$ 450 milhões investidos em quatro navios produzidos nos estaleiros chineses com nomes de grandes navegadores – Sebastião Caboto (já em operação e nacionalizado em Manaus), Pedro Álvares Cabral e Américo Vespúcio.

A unidade transportará principalmente produtos manufaturados no Polo Industrial de Manaus para os principais mercados consumidores do País no Sul e Sudeste.

A previsão da companhia é que os quatro estejam em operação até o final do ano. Até o final de 2018, a previsão da companhia é que outros quatro novos navios sejam incorporados à frota.

“O porto modernizou sua estrutura e o atendimento para acompanhar a evolução do setor. Para a economia da Região Norte representa mais agilidade e eficiência, com ganhos a médio  longo prazo em diversos setores da cadeia produtiva”, avalia o gestor do Terminal Chibatão, Jhony Fidelis.

COMMENTS