Move Mais será a próxima empresa de pagamento eletrônico em pedágios de SP

Empresa será a quarta a operar nas rodovias paulistas; companhia aguarda autorização da Artesp

Filiados à ATR Brasil terão de pagar pelo eixo suspenso em SP
Artesp libera mais uma empresa para operar pedágio eletrônico
ARTESP monitorará 6,3 mil quilômetros de rodovias em tempo real e online

pedagio-parana-foto

O sistema de pagamento eletrônico nos pedágio das rodovias do Estado de São Paulo passarão a contar com mais uma empresa em operação ainda neste ano, a Move Mais. A companhia encaminhou um projeto à Artesp (Agência Reguladora de Serviços Públicos de Transporte de São Paulo) há cerca de dois meses e aguarda a autorização, que ainda não há data definida para ser anunciada. A assessoria da Move Mais estima que o aval saia nas próximas semanas.

A Move Mais ainda não divulgou os valores dos planos, pois essas informações dependem do termo de autorização a ser expedido pela Artesp. A empresa antecipou afirmando que oferecerá planos pré-pago e pós-pago em São Paulo para pedágios e estacionamentos, e que serão investidos R$ 80 milhões na implantação.

O sistema foi operado exclusivamente pela Sem Parar por 12 anos. No início deste ano, a Artesp passou a colocar em prática uma política pública adotada pela Secretaria de Logística e Transportes, que tem como objetivo incentivar a concorrência nesse nicho, o que fez com que os custos do serviço ficassem mais baixos. A partir daí, mais duas empresas, a Auto Expresso e a Conectcar, puderam então participar do sistema de pagamento eletrônico de pedágios. A taxa de adesão pode chegar até R$ 70.

COMMENTS