Trechos norte do Rodoanel e Ferroanel de SP terão mesmo traçado

Acordo de R$ 332,8 milhões firmado pelo Ministério dos Transportes e o governo de São Paulo permitirá a sinergia

Bombardier fornecerá 256 trens para sistema ferroviário da Inglaterra
Raízen anuncia aquisição da Distribuidora Latina
Petrobras assina carta de intenção para afretamento de duas plataformas da Bacia de Santos

tracado-rodoanel-ferroanel

Um acordo no valor de R$ 332,8 milhões assinado nesta quinta-feira (22/8) pelo ministro dos Transportes, César Borges, e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, permitirá que o Rodoanel Norte e o Ferroanel Norte sigam o mesmo traçado. Estima-se que a medida resultará em uma economia de aproximadamente R$ 1,3 bilhão, além de reduizir o impacto social e ambiental das obras. O documento determina que serviços de terraplanagem, drenagem, proteção de taludes e aterros, entre outros, devam ser executados em uma única etapa para os dois empreendimentos.

O Governo de São Paulo alega que a alteração no traçado original do Rodoanel será pequena, já que a faixa de domínio é larga o suficiente para receber a rodovia e a ferrovia, lado a lado. O cronograma da obra deverá ser redefinido.

O Ferroanel contemplará a Região Metropolitana de São Paulo e interligará as regiões de Campinas, Vale do Paraíba e Baixada Santista. O empreendimento é dividido em em trecho Norte e Sul. O tramo Norte possui 52,75 km e será o primeiro a ser viabilizado. A publicação do edital está prevista para o início de 2014.

Já o Rodoanel Norte, que teve suas obras iniciadas em março deste ano, terá 44 km de extensão e interligará os trechos Oeste e Leste do Rodoanel. A previsão é que o Rodoanel fique pronto em 36 meses de obras.

COMMENTS