Tarifa Aérea Média Doméstica Real de 2012 tem alta de 0,84%, segundo Anac

Balanço do ano passado quebra sequência de três anos consecutivos de redução do preço médio pago pelo passageiro em uma viagem

VarigLog leiloa concessões e ativos para quitação de dívidas
Trip vai operar na ponte aérea Rio-São Paulo
Embraer fecha contrato de manutenção de jatos E190 com empresa da Mongólia

anac-passageiros-aeroporto

Segundo levantamento da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), a Tarifa Aérea Média Doméstica Real de 2012 ficou em R$ 294,83, valor 0,84% superior ao apurado em 2011 (R$ 292,38). O acréscimo quebra a sequência de três anos consecutivos de redução das tarifas aéreas domésticas. Em comparação com 2002, o valor ficou 42,77% inferior à tarifa aérea média de R$ 515,17 registrada naquele ano.

A tarifa é um indicador que representa o preço médio pago pelo passageiro em uma viagem, em razão da prestação dos serviços de transporte aéreo. O valor é calculado por meio da média ponderada das tarifas aéreas domésticas comercializadas e as correspondentes quantidades de assentos comercializados.

Apesar da alta das tarifas aéreas domésticas em 2012 em relação a 2011, o passageiro pagou menos da metade do que pagava há 10 anos para voar um quilômetro. No ano passado, a maioria dos assentos (65%) foi comercializada com tarifas inferiores a R$ 300, enquanto em 2002 este percentual foi de apenas 23%. Tarifas inferiores a R$ 100 representaram 13% em 2012, ao passo que em 2002 o percentual de assentos comercializados abaixo daquele valor foi praticamente nulo.

COMMENTS