KLM Cityhopper negocia seis E190 com a Embraer

Com os novos modelos, a companhia aérea subsidiária da KLM - Royal Dutch Airlines substituirá aeronaves mais antigas de sua frota de Fokker

Azul escolhe Pernambuco como hub do Nordeste
Embraer celebra meio século de história
Seis aeroportos do Rio passam por fiscalização de segurança e disciplina

embraer-e190

A KLM Cityhopper, subsidiária da KLM – Royal Dutch Airlines, assinou um contrato de leasing com o BOC Aviation para adicionar seis jatos Embraer 190 à frota atual de 22 E-Jets. Com os modelos, a companhia aérea substituirá aeronaves mais antigas de sua frota de Fokker. O primeiro dos seis E190 será entregue no segundo semestre deste ano.

Os novos E190 serão configurados com 100 assentos em classe única. Todos as novas aeronaves serão utilizadas nas rotas européias da KLM a partir do Aeroporto Schiphol, em Amsterdã, na Holanda.

“Ver a KLM Cityhopper continuar a modernização de sua frota com E190 adicionais é um grande endosso ao programa de E-Jets”, disse Paulo Cesar Silva, presidente e CEO da Embraer Aviação Comercial. “Por meio da parceria com a Air France, o grupo vai operar, de forma combinada, mais de 50 aviões, a maior frota de E-Jets da Europa. Já a participação do BOC Aviation foi fundamental para o sucesso desta operação e mostra o papel que esta importante empresa de leasing desempenha no programa de E-Jets”.

“Este acordo é um exemplo perfeito dos investimentos que a KLM está fazendo”, disse Camiel Eurlings, CEO da KLM.

A BOC Aviation é a principal empresa de leasing de aviões com sede na Ásia com uma carteira de 225 aviões próprios e gerenciados, que são operados por 56 companhias aéreas em todo o mundo. Sua frota tem uma idade média de menos de quatro anos.

COMMENTS