ILFC fecha com a Embraer pedido de 50 aviões E-Jet

Contrato tem um valor estimado de US$ 2,85 bilhões, a preço de lista; acordotambém contempla opções para 50 jatos adicionais

Anac propõe regulamentação do uso civil de drones
Infraero inicia contratações para obras de expansão do Aeroporto de Macaé (RJ)
FedEx movimenta 17 milhões de encomendas no dia 12 de dezembro

embraer-ejet-homeA Embraer e a ILFC (International Lease Finance Corporation), companhia de leasing e revenda de jatos para companhias aéreas, assinaram recentemente um acordo final para a venda firme de 50 aviões E-Jet E2, sendo 25 do modelo E190-E2 e os outros 25 E195-E2.

O pedido firme tem um valor estimado de US$ 2,85 bilhões, a preço de lista. O contrato também contempla opções para 25 E190-E2 e 25 E195-E2 adicionais, o que eleva o potencial do pedido para até 100 aviões.

Os E-Jets E2 representam o compromisso da Embraer de investir continuamente na sua linha de jatos comerciais e na liderança do mercado de 70 a 130 assentos.

A primeira entrega de um dos E-Jets E2 (o E190-E2) está prevista para o primeiro semestre de 2018. O E195-E2 está programado para entrar em serviço em 2019 e o E175-E2 em 2020. Mais de 950 E-Jets foram entregues até o momento. Atualmente, 65 clientes de 45 países adicionaram os E-Jets da Embraer às suas frotas.

COMMENTS