Câmara rejeita proposta que proíbe tráfego de moto entre veículos

Segundo relator, Projeto de Lei traria problemas como o aumento da retenção de tráfego e a dificuldade de fiscalização

Vereadores de SP aprovam lei que acaba com multa do rodízio
Câmara aprova MP dos Portos após 41 horas de votação
Projeto de lei quer tornar crime uso de jammers

moto-corredorO Projeto de Lei 3626/12, do deputado Inocêncio Oliveira (PR-PE), foi rejeitado pela Comissão de Viação e Transportes. O texto propõe proibir o tráfego de motociclistas entre veículos ou entre a calçada e os veículos, utilizando os chamados corredores.

Caso a proposta fosse aceita, as motos, motonetas e ciclomotores ficariam obrigados a trafegar exclusivamente pelo centro da faixa de rolamento.

O projeto foi arquivado por ter sido rejeitado em caráter terminativo pela única comissão de mérito.

O relator, deputado Milton Monti (PR-SP), reconheceu que a proibição de circulação entre faixas ou entre os carros e a calçada traria maior segurança no trânsito, mas recomendou a rejeição do projeto porque ele traria problemas maiores, como o aumento da retenção de tráfego, a dificuldade de fiscalização da proposta e o aumento de colisão entre a moto e a traseira de veículos de maior porte.

Ele argumentou ainda que o assunto é objeto de outro projeto em tramitação na Casa, o PL 2872/97, que pretende restringir a circulação em corredores apenas no caso de engarrafamentos.

Com informações da Agência Câmara

COMMENTS