Brado realiza operação inédita com tabaco em contêiner

Mercadoria começou a ser transportada em junho, em Esteio (RS), com o produto in natura (folhas e talos processados e fumigados) para o exterior

Brado Logística investe R$ 8 mi na ampliação de câmara frigorífica
Brado Logística vai investir 80% do orçamento em aquisição de equipamentos em 2012
ALL realiza movimentação recorde de carga no primeiro trimestre de 2012

brado-logistica-novo-termin

A Brado realizou uma operação ferroviária inédita com tabaco em contêiner. O transporte da mercadoria começou a ser realizado em junho, no Terminal Intermodal de Esteio (RS), com o produto in natura (folhas e talos processados e fumigados) para o exterior.

De olho na forte demanda do setor fumageiro no Estado do Rio Grande do Sul, a companhia estima atender, inicialmente, 30% deste mercado e projeta ampliar a participação em 50% a curto prazo.

O primeiro teste com a carga foi realizado em maio e após este processo já foram embarcados mais de 30 contêineres. O objetivo é chegar a 400 contêineres por mês, atendendo as empresas da região. Os contêineres vazios são retirados no Porto de Rio Grande e levados até o Terminal Intermodal de Esteio, por ferrovia. De lá, eles seguem de caminhão até a fábrica para serem estufados e voltam ao Terminal para poderem retornar de trem até o complexo rio-grandense, onde são destinados à exportação.

“Esta é uma operação inédita que oferece inúmeras vantagens além de desafogar as rodovias. Sabemos do potencial de produção da região e com isso esperamos conquistar mais clientes neste segmento para diversificarmos o modal utilizado nas exportações”, explica a comercial intermodal da Brado, Elisabete Wolfarth.

Segundo a Afubra (Associação de Fulmicultores do Brasil), o País é o segundo maior produtor de fumo no mundo. Somente o Sul responde por 96% da produção do tabaco brasileiro, com 710 mil toneladas produzidas na safra 2011/12.

COMMENTS