TPN investe R$ 5 milhões em novos caminhões e implementos rodoviários

Empresa especializada no transporte de cargas fracionadas e de lotação pretende fechar este ano com faturamento de R$ 24 milhões e um crescimento entre 15 a 20%

Ford inaugura distribuidor Divem Caminhões, em Macaé (RJ)
Venda de caminhões se recupera e ano de 2012 finalmente começa para montadoras
Mercedes-Benz do Brasil apresenta novidades em caminhões, vans e furgões

tpn-caminhao-frota

A TPN (Transportadora Primeira do Nordeste), especializada no transporte de cargas fracionadas e de lotação, acaba de investir cerca de R$ 5 milhões na aquisição de novos caminhões e implementos rodoviários para incorporar à sua frota.

A empresa amplia sua frota para o transporte de longas distâncias e para distribuição de cargas nos centros urbanos. Os novos equipamentos são da geração Euro 5 e irão operar em todo o território brasileiro.

“Nossa demanda aumenta a cada dia, portanto, é necessário investir em nossa frota para seguirmos oferecendo o serviço com a qualidade que nossos clientes conhecem há mais de 50 anos”, acrescenta Marcelo Freire, diretor comercial da companhia.

Segundo Freire, a empresa espera fechar este ano com um faturamento de R$ 24 milhões e um crescimento entre 15 a 20%. “Nossa ideia é diversificar os serviços e com isso não pretendemos tão somente alavancar recordes de faturamento, e sim, alcançar uma rentabilidade melhor”.

A empresa ampliará também sua área de atuação e investirá na área de armazenagem. Já adquiriu um terreno de 20 mil metros quadrados localizado em Simões Filho, região metropolitana de Salvador (BA), onde construirá um Terminal Logístico.

A estratégia, segundo Freire, é aprimorar os recursos da empresa, ter a gestão de todo o processo e atender os clientes em todas as suas necessidades. Qualificação dos colaboradores e contratação de profissionais na área de vendas também fazem parte do Plano Estratégico da empresa para alcançar as metas estabelecidas.

A TPN está na fase final de certificação da ISO 9001 e pretende iniciar ainda neste semestre, o processo de certificação do SASSMAQ.

COMMENTS