Porto de Paranaguá (PR) recebe lotes de peças de grande porte para fábrica de cimento

Ao longo de maio, unidade portuária recebeu dois lotes, somando 90 volumes e 800 toneladas de produtos originários da China; está previsto para os próximos dias recebimento de mais cargas especiais

Volvo aprimora VM 6×4 para operações de transbordo de cana-de-açúcar
Roubo de cargas em SP sobe quase 7% em 2014
Turkish Cargo inaugura área de armazenagem no aeroporto de Istambul, na Turquia

porto-paranagua-lote

Começaram a chegar pelo Porto de Paranaguá as peças de grande porte destinadas à unidade fabril de cimento Margem, em construção na cidade de Adrianópolis, Região Metropolitana de Curitiba (PR). Os primeiros volumes recebidos fazem parte do forno da indústria.

Durante o mês de maio, já foram recebidas pela unidade portuária duas remessas de peças. Foram 90 volumes, somando quase 800 toneladas, recebidos da China. Nos próximos dias está previsto o recebimento de outras duas peças de grande porte para a fábrica. Ao todo, carga destinada à construção da planta vem de 15 países diferentes.

Até o final deste ano, estão previstas várias outras remessas, todas pelo porto paranaense. A unidade industrial da empresa subsidiária da catarinense Supremo Cimento tem previsão de inauguração para 2014.

“Apesar da dimensão, são cargas que exigem operação especializada: mão de obra qualificada, espaço disponível para manobrar as cargas e capacidade do piso. Tudo isso temos aqui no Porto de Paranaguá, além de logística para saída do terminal”, afirma o diretor técnico da Appa (Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina), Paulinho Dalmaz.

As peças estão ocupando o pátio do berço 208, do Porto de Paranaguá, até a liberação para podere m ser transportadas até o destino final, em Adrianópolis.
A companhia está inserida no programa de incentivo Paraná Competitivo, do Governo do Estado, que já atraiu mais de R$ 20 bilhões em investimentos.

COMMENTS