Pedágios do trecho entre GO e TO da BR-153 tem preço reajustado em 62%

Com a mudança, tarifa máxima que deverá ser cobrada em cada uma das 11 praças de pedágio que serão instaladas no trecho da rodovia será fixada em R$ 9,48

Infraero homologa licitação para projetos no Aeroporto de Macapá (AP)
Governo federal autoriza inicio das obras do 4º lote da Transnordestina, no CE
BNDES libera R$ 4,3 bi ao Governo do Rio para construção de linha 4 do metrô

pedagio-rio-de-janeiro-116

A tarifa máxima que deverá ser cobrada em cada uma das 11 praças de pedágio que serão instaladas na BR-153, no trecho entre Goiás e Tocantins (lote 3), sofreu uma variação de 62,3%. O percentual representa o maior reajuste entre os sete lotes que devem ser leiloados. Com isso, de acordo com uma modelagem financeira apresentada em relatório da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), a tarifa passou de R$ 5,84 para R$ 9,48.

Segundo a Agência, a mudança do valor a ser cobrado pelos usuários ocorreu por conta de alterações e melhorias realizadas em cada um dos trechos. Ainda de acordo com a ANTT, os novos valores foram divulga dos em relatório de reuniões participativas.

Após as reuniões, foram determinados alguns ajustes na modelagem dos lotes de concessão, principalmente nos quesitos manutenção, obras de melhorias, ampliação de capacidade e operação.

Ainda de acordo com a ANTT, os outros lotes de rodovias também terão reajustes. O lote 1 (trecho da BR-101 na Bahia) teve teto de pedágio alterado de R$ 7,45 para R$ 11,51 variando 54,5%. O lote 2 (trecho da BR-262 entre Espírito Santo e Minas Gerais) passou de R$ 7,82 para R$ 11,38, aumento 45,5%. Já no lote 4 (BR-050 entre Goiás e Minas Gerais), a tarifa teto que era de R$ 5,21 vai agora a R$ 8,17, variação de 56,8%.
A tarifa teto do lote 5 (trecho entre DF e GO da BR-060, trecho entre GO e MG da BR-153 e trecho em MG da BR-262) passou de R$ 3,36 para R$ 5,43, o que corresponde a uma elevação de 61,6%.

No lote 6 (trechos da BR-163, BR-262 e BR-267 em MS), ela passou de R$ 7,10 para R$ 9,47, aumento de 33,5%. Por último, no lote 7 (trecho da BR-163 em MT), a tarifa passou de 3,17 para 4,66%, alta de 47%.

A ANTT afirma que antes de serem anunciados como definitivos, os valores serão revistos e passarão por um ajuste na segunda quinzena de junho.

COMMENTS