Conviasa assina contrato para mais sete jatos E190 da Embraer

Companhia aérea venezuelana passa a ter um total de 13 pedidos firmes para o jato E190, além de manter as opções adicionais para outras sete aeronaves do mesmo modelo

Rolls-Royce moderniza motores de aviões da Força Aérea Americana
Bombardier recebe pedido de oito jatos no valor de US$500 milhões
Conheça as melhores companhias aéreas do mundo

embraer-conviasa-aviao

A fabricante de aeronaves Embraer e o Conviasa (Consorcio Venezolano de Industrias Aeronáuticas y Servicios Aéreos), empresa aérea da Venezuela, assinaram contrato para mais sete jatos E190, confirmando opções contratadas no pedido original, que contemplava seis pedidos firmes e 14 opções.

Com isso, a Conviasa passa a ter um total de 13 pedidos firmes para o jato E190, além de manter as opções adicionais para outras sete aeronaves do mesmo modelo.

“É gratificante poder contribuir para a modernização do transporte aéreo na Venezuela”, disse Paulo Cesar Silva, Presidente e CEO da Embraer Aviação Comercial. “Aliando economia e grande eficiência operacional com excelente conforto para os passageiros, os E-Jets seguem construindo uma sólida base de clientes em todo o m undo”.

Atualmente, a Conviasa opera seis jatos E190 nas rotas regionais da Venezuela e do Caribe. Até o final do 2013, a empresa aérea estará operando um total de 12 jatos E190, todos configurados com 104 assentos em classe única.

Depois que colocou o primeiro E-Jet no mercado, em 2004, a Embraer entregou mais de 950 jatos desta família.

COMMENTS