ANTT intensifica fiscalização do pagamento de fretes e RNTRC

ANTT intensifica fiscalização do pagamento de fretes e RNTRC

Agência Nacional de Transportes Terrestres firmou acordo com a Polícia Rodoviária Federal, que fará a inspeção acerca do recebimento do Vale-Pedágio e validade de registro de RNTRC

ANTT anuncia novo sistema de fiscalização de transporte rodoviário de passageiros
ANTT determina procedimentos para viabilizar isenção da cobrança de eixo suspenso de caminhões
ANTT diz que tinha autorizado colocação de vigas do Rodoanel

policia-cartaofrete

A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) firmou acordo de cooperação e apoio técnico-operacional com a Polícia Rodoviária Federal para poder intensificar a fiscalização do cumprimento do pagamento eletrônico de frete (cartão-frete) e o Vale-Pedágio obrigatório em todo o País.

A deliberação da Diretoria Geral da Agência (nº 111, de 5/6/2013) prevê também a ampliação da fiscalização acerca do registro de RNTRC (Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas), as adequações ao transporte de passageiros e sobre outros aspectos do TRC, como o segmento de produtos perigosos e o transporte rodoviário internacional de cargas.

A determinação da ANTT foi editada após recente queda da última liminar concedida c ontra a Agência e que lançava dúvidas sobre a constitucionalidade do artigo 5º-A, da Lei nº 11.442/07, e da Resolução ANTT nº 3.658/11, que aborda sobre o pagamento de fretes. Ao todo, foram avaliadas no Brasil 11 ações com esta finalidade, sendo sete delas já julgadas improcedentes e quatro que já não cabe mais qualquer recurso. Todas as liminares ou antecipações de tutela que tinham sido concedidas foram cassadas.

O pagamento por meio eletrônico é obrigatório em todo o território nacional. O não cumprimento da regra pode acarretar em multas, que vão de R$ 550 a R$ 10,5 mil.

Acesse este link para saber como tirar o RNTRC.

Clique aqui para entender a obrigatoriedade do uso do cartão-frete.

COMMENTS