Grupo BP e parceiros vencem oito blocos de exploração na 11ª rodada de licitações da ANP

Divisões em águas profundas estão localizadas nas Bacias do Foz do Amazonas, Barreirinhas e Potiguar

Preço médio do biodiesel em leilões da ANP cai 12,7% em relação ao ano passado
Setor de combustível e energia desperta interesse da DHL no Brasil
Biodiesel: uma guerra pela quantidade da mistura

pocos-petroleo

O Grupo BP de combustíveis e os parceiros Petrobras, Total e Petrogal venceram as licitações de oito blocos em águas profundas na costa brasileira, durante a 11ª Rodada de Licitações da ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

As empresas assumiram compromisso de explorar os blocos FZA-M-57, FZA-M-59, FZA-M-86, FZA-M-88, FZA-M-125 e FZA-M-127, na Bacia do Foz do Amazonas, BAR-M-346, na Bacia de Barreirinhas, e POT-M-764, na Bacia Potiguar, em busca de petróleo e gás, com direito a produzir qualquer descoberta comercial sob o regime de concessão brasileiro.

Com isso, duas das oito unidades negociadas serão operadas pela BP. E o grupo será o operador com 70% de participação no bloco FZA-M-59 e com 50% de participação no bloco BAR-M-346.

“A BP está muito satisfeita com o resultado. Com essas aquisições, aumentaremos nossa presença exploratória em áreas de fronteira ao longo da margem equatorial brasileira, com base em nossa especialização em águas profundas. Estamos preparados para executar um bem-sucedido programa de exploração, trabalhando com nossos parceiros Petrobras, Total e Petrogal”, afirmou Mike Daily, vice-presidente executivo de exploração do Grupo BP.

COMMENTS