Unidade brasileira da Metro-Shacman receberá R$ 400 milhões de investimentos

Planta será instalada em Tatuí, município do interior de São Paulo; empresa prevê início da produção de caminhões pesados e extrapesados em meados de 2014

Volvo abre fábrica de caixas de câmbio I-Shift no Brasil
Honda terá nova fábrica em Itirapina (SP)
PSA Peugeot Citroën vai montar veículos no Cazaquistão

shacman

A Metro-Shacman, representante da marca de caminhões chinesa Shacman investirá, com o apoio da Investe São Paulo (Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade), cerca de R$ 400 milhões em uma unidade fabril no município de Tatuí, a 140 quilômetros da capital paulista. A unidade será utilizada para montagem de caminhões pesados e extrapesados.

A empresa adaptará em uma área de 53 mil m², próxima à rodovia Castelo Branco, uma planta já existente de 12 mil m². A estimativa da empresa é que a produção inicie no meio do ano que vem, e com capacidade instalada de 10 mil unidades ao ano para atender a demanda do mercado de caminhões pesados e extrapesados, de 380 a 440 cavalos de potência.

Estima-se a geração de aproximadamente 1.000 empregos diretos com o início da produção no local.

“Tatuí ganhará com a instalação da empresa e a Shacman ganhará com uma localização privilegiada, com fácil acesso a fornecedores, excelente infraestrutura e mão de obra qualificada, com cursos voltados para a demanda da empresa na Fatec e na Etec da cidade”, destaca o presidente da Investe São Paulo, Luciano Almeida.

Os caminhões da Metro-Shacman serão fabricados com 65% de produtos nacionais, o que torna o veículo passível de ser adquirido e financiado pelo Finame.

Após a consolidação no mercado, a montadora pretende expandir sua linha de produtos com linhas de médios, leves e ligeiros.

COMMENTS