Santos Brasil fecha 1º trimestre com R$ 75,3 milhões de lucro líquido

No período, EBITDA (Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 155,7 milhões, o que significa um crescimento de 47,3% em relação ao mesmo período do ano anterior

ID Logistics registra crescimento de 50% em um ano no Brasil
Número de voos executivos triplica em aeroporto de Jundiaí (SP)
Cartão frete alavanca crescimento da Buonny no primeiro semestre

santos-brasil-um-milhao

A empresa Santos Brasil fechou o primeiro trimestre de 2013 com EBITDA (Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 155,7 milhões. Com isso, houve um crescimento de 47,3% e m relação ao mesmo período do ano anterior. Já a Margem EBITDA registrada no período foi de 44,1%, o que significa um incremento de 6% comparado ao primeiro trimestre de 2012.

Enquanto o Lucro Líquido Consolidado alcançou o total de R$ 75,3 milhões no período (resultado 70,4% superior ao mesmo período do ano anterior), a Receita Líquida no trimestre foi de R$ 353,4 milhões, representando um aumento de 27,3% em relação aos R$ 277,6 milhões registrados no primeiro trimestre de 2012.

O Volume Operado no Cais subiu 15,9% no trimestre, totalizan do 281.714 contêineres, sendo 76,7% cheios. O resultado foi obtido por conta do ganho de market-share e o crescimento dos volumes operados no Porto de Santos, registrando a marca de 58% de participação nos dois primeiros meses deste ano, crescimento de 8% sobre o mesmo período do ano anterior. O Tecon Santos teve o melhor trimestre da história.

”A empresa obteve importantes ganhos de escala com a elevada movimentação de cargas nas suas principais unidades de negócios, afirma Orlando Mansur Pereira, Diretor Executivo de Relações com os Investidores da Santos Brasil.

O Tecon Imbituba também registrou crescimento. Foram 62,6% a mais no volume de contêineres movimentados no período. O Volume Total nas Operações de Armazenagem (terminais portuários e logística) apresentou crescimento de 27,7% no primeiro trimestre deste ano.

A Receita de Armazenagem cresceu 50% em Terminais Portuários e 11,7% nas operações de Logística frente ao mesmo período do ano anterior.

COMMENTS