Rodovias federais podem ter novo modelo de pesagem de caminhões

Rodovias federais podem ter novo modelo de pesagem de caminhões

Dnit já iniciou a preparação dos editais para lançar método eletrônico; medida tem como objetivo aumentar a vida útil das estradas e reduzir custos com manutenção

Dilma sanciona regulamentação da profissão de motorista
Média de 90 mil veículos por dia trafegaram pelo Trecho Sul do Rodoanel no 1º semestre de 2014
Grupo Delta atesta sucesso do Delta Fleet na Fenatran

balanca-pesagem

O Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) está desenvolvendo um projeto para a alteração do atual Plano Diretor Nacional Estratégico de Pesagem. Com isso, seria implementado em todo o Brasil um novo sistema de pesagem, mais moderno e semelhante ao de outros países, com componentes eletrônicos capazes de medir o peso dos caminhões de automaticamente.

De acordo com a autarquia, o novo sistema vem sendo desenvolvido desde agosto de 2012, em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). As vantagens da modificação e padronização seria a queda no tempo de parada no processo de fiscalização, além de um menor número de agentes públicos envolvidos no processo. A preparação dos editais para lançar o novo modelo no mercado já foi iniciada, e a licitação está prevista para o mês de junho deste ano.

Segundo dados do Plano Nacional de Pesagem, a validade de uma rodovia pode diminuir entre cinco e três anos quando ela é sofre excesso de peso de 10% e 20%, res pectivamente. Um levantamento feito pelo próprio Dnit, em 2009, apontou que o excesso médio de peso por veículo foi superior a uma tonelada (1.167kg). Já no ano seguinte, houve uma redução de 17% e o excesso médio registrado em cada veículo foi de 968 kg.

Com informações da CNT

COMMENTS