Mais de 9 mil toneladas de embalagens de defensivos agrícolas são descartadas por meio de sistema do inpEV

Número corresponde à destinação adequada por meio do Sistema Campo Limpo ao longo dos três primeiros meses do ano

Brasil descarta corretamente 32 mil toneladas de embalagens de agrotóxicos em 2013
Unipac lança embalagens para transporte de Arla 32
Holambra (SP) adota radiofrequência em logística de flores

residuos_agricolas

Segundo o inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias), o Sistema Campo Limpo, voltado para logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas, encaminhou no primeiro trimestre do ano, de mane ira ambientalmente correta, 9.279 toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas. A quantidade de embalagens destinadas no Brasil é um pouco menor à alcançada no mesmo período em 2012, com uma diferença de 202 toneladas.

O instituto alega que a variação aconteceu em grande parte por conta dos entraves logísticos apresentados no modal rodoviário. Os Estados que mais encaminharam para a destinação final, neste primeiro trimestre de 2013, foram Mato Grosso, São Paulo, Goiás, Paraná, Rio Grande do Sul e Bahia, que juntos correspondem a 79% do total retirado do campo no Brasil.

Já Rondônia, Rio Grande do Norte e Maranhão foram os Estados que apresentaram maior crescimento percentual na quantidade de embalagens de defensivos agrícolas enviadas para o destino final.

COMMENTS