Leilão de biodiesel movimenta R$ 992 milhões

Foram comercializados 488,5 milhões de litros de biodiesel; preço recebido pelas usinas fornecedoras será de R$ 1,98/litro, o que representa queda de 10,5% em relação ao preço de março/abril

Brasil deve produzir e comercializar diesel de cana em 2011
Ônibus Mercedes-Benz movidos a diesel de cana fazem parte da Ecofrota de São Paulo
Preço médio do biodiesel em leilões da ANP cai 12,7% em relação ao ano passado

diesel-s500

O 30º Leilão de biodiesel, realizado entre 1/4 e 5/4, movimentou cerca de R$ 992 milhões, sendo que R$ 968 milhões destinaram-se às usinas fornecedoras do biocombustível, e o restante foram para o caixa da Petrobras, intermediária das operações que recebe R$ 0,05 por litro de biodiesel vendido.

No total, foram comercializados 488,5 milhões de litros de biodiesel, quantidade que deve compor o diesel B (mistura de 95% de diesel A e 5% de biodiesel) consumido no Brasil. O volume abrange 65,1% de todo o biocombustível oferecido pelas usinas no leilão, o que totaliza 750 milhões de litros.

A comercialização de biodiesel no Brasil é realizada a cada dois meses. Desta forma, o produto negociado no leilão será utilizado pela frota brasileira em maio e junho de 2013. Nesse bimestre, o preço recebido pelas usinas fornecedoras de biodiesel será de R$ 1,98/litro, o que provocará uma queda de 10,5% em relação ao preço praticado entre março e abril deste ano (R$ 2,21/litro). Já em comparação ao primeiro bimestre do ano, a queda de preços é ainda maior: 22,4%. O preço médio do biodiesel entregue entre janeiro e fevereiro foi de R$ 2,55/litro.

COMMENTS