Pesquisa da CNT aponta que 70% dos empresários do transporte acreditam que crise persistirá

Sondagem da entidade realizada com 464 empresários do transporte rodoviário e 51 do aquaviário aponta desconfiança dos transportadores em relação ao cenário econômico

SEST/SENAT oferece curso obrigatório para motofretista
CNT inicia Pesquisa de Rodovias deste ano
Setor de transporte contrata mais em 2018

A CNT (Confederação Nacional do Transporte) acaba de disponibilizar em seu site (www.cnt.org.br) os resultados da sondagem “Expectativas Econômicas do Transportador 2013”, estudo que tem a missão de mapear a percepção dos empresários quanto aos aspectos econômicos do país.

A pesquisa foi realizada por meio de 515 entrevistas com empresários transportadores, 464 do modal rodoviário de cargas e passageiros e 51 do modal aquaviário, navegação marítima e interior.

A sondagem aponta que a maior parte dos empresários entrevistados (70,5%) acredita que, embora o governo tenha adotado medidas de estímulo, a crise internacional continuará afetando o Brasil em 2013.

Dos empresários, 42,9% acreditam no crescimento da economia para este ano e, 68,2% preveem ampliação da frota. No entanto, 62,6% ainda são pessimistas em relação à inflação.

Quando o assunto é a carga tributária, 44,8% dos empresários acreditam que ela aumentará em 2013. E 83,5% declararam que ela tem impacto elevado em sua atividade.

Com relação aos investimentos, 48,3% dos entrevistados acreditam que serão ampliados e 41% esperam que eles se mantenham em relação ao ano anterior.

A pesquisa completa está disponível no site da CNT: www.cnt.org.br

COMMENTS