LLX investiu mais de R$ 1 bi no Superporto do Açu (RJ), em 2012

De 2007 até dezembro do ano passado, companhia já aplicou cerca de R$ 3,5 bilhões no empreendimento localizado no município de São João da Barra

GEFCO anuncia construção de plataforma logística em Guaíba (RS)
Foton Aumark inicia primeira fase de construção de fábrica em Guaíba (RS)
Porto do Açu (RJ) recebe R$ 483,3 milhões em investimentos no 2º trimestre de 2014

Superporto-acu-terminal-off

O Superporto do Açu, localizado em São João da Barra (RJ), recebeu da LLX Logística, do Grupo EBX, do empresário Eike Batista, mais de R$ 1 bilhão em obras de construção durante o exercício de 2012. Entre 2007 e dezembro do ano passado, a cifra destinada ao empreendimento sobe para R$ 3,5 bilhões.

A maior parte do valor aplicado foi destinada às obras para construção do canal do TX2 (terminal onshore). Além disso, ao longo do período também foram registrados importantes marcos para o desenvolvimento do Superporto do Açu, como a obtenção da Licença de Instalação para a Linha de Transmissão que conecta o empreendimento ao Sistema Interligado Nacional, e também as assinaturas de contratos com as empresas GE e a V&M.

“O ano de 2012 foi de grandes conquistas quanto à execução da construção do Superporto do Açu, deixando de ser projeto e tornando-se realidade. As licenças obtidas permitiram que os nossos clientes e o Complexo Industrial pudessem avançar na construção de infraestrutura necessária para entrar em operação. O ano também será lembrado pelas grandes alterações propostas pelo Governo Federal nos setores ferroviário e portuário. O Superporto do Açu foi contemplado com duas rotas ferroviárias que interligarão o Complexo à malha nacional e o novo marco regulatório de portos abriu caminho para a atração de diferentes tipos de carga. Também asseguramos financiamento suficiente para a conclusão dos investimentos previstos para a primeira fase de construção do Superporto do Açu”, destacou Marcus Berto, presidente da LLX.

Mesmo estando ainda em fase pré-operacional, o Superporto do Açu apresentou receita líquida de R$ 68,7 milhões, dinheiro proveniente da assinatura de contratos para locação de área. A LLX encerrou 2012 com R$ 963,6 milhões em caixa e depósitos vinculados. Ainda em relação ao ano passado, fora registrado prejuízo líquido de R$ 36,5 milhões, resultado R$ 16,297 milhões inferior ao prejuízo obtido no ano de 2011.

COMMENTS