Conselho de Praticagem realiza visita técnica ao Superporto do Açu

Megaterminal portuário em construção no Estado do Rio de Janeiro teve as condições de navegabilidade de seu canal avaliadas, além de sinalização náutica e segurança de navegação

LLX passa a se chamar Prumo
Superporto do Açu entra em operação no segundo semestre de 2013
OSX dá calote em construtora espanhola e corre risco de falência

O Conselho de Praticagem realizou no mês passado uma visita do Superporto do Açu, megaterminal portuário que está sendo construído em São João da Barra (RJ) pelo grupo empresarial de Eike Batista.

Segundo a empresa a visita técnica do presidente do Conselho Nacional de Praticagem (CONAPRA) e de representantes do Conselho Técnico da Praticagem do Rio de Janeiro ocorreu nas obras do TX2. Os práticos seguiram de rebocador até a área da bacia de evolução do TX2 aonde puderam conhecer as condições de mar na área interna e a visibilidade das instalações, através de uma perspectiva mar para terra.

Durante a visita foram analisadas as condições de navegabilidade do canal (comprimento, largura e calado) e os aspectos de sinalização náutica que permitam uma navegação segura das embarcações.

O trabalho de simulação e verificação de limites para operação no Superporto do Açu foi iniciado em 2008 com simulações de manobras de navios no terminal de minério (TX1), no Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (CIAGA), no Rio de Janeiro.

Além das simulações de manobrabilidade das embarcações, uma equipe de especialistas acompanhou no ano passado, durante três meses, os ensaios do TX2, terminal onshore do Superporto do Açu, no Instituto Nacional de Hidrodinâmica Aplicada, em Barcelona, na Espanha, com o objetivo de verificar o dimensionamento e a estabilidade das estruturas de abrigo (molhes) para condições de mar adversas.

COMMENTS