Projeto regulamenta autuação por excesso de carga

Autuação por excesso de peso deverá aplicar-se somente quando aferido no peso bruto total do veículo

Carro zero só poderá ter novo modelo após um ano
Deputado quer proibir venda de peças usadas em desmanches
Documento do veículo poderá ter indicação de principal condutor

A Câmara dos Deputados iniciou o processo de análise do projeto de lei que regulamenta a autuação por excesso de carga transportada em rodovias. Pela proposta, não poderá mais ser aplicada a multa por excesso de peso aferido entre eixos.

A autuação por excesso de peso deverá aplicar-se somente quando aferido no peso bruto total.

O autor da medida, o deputado Ratinho Júnior (PSC-PR), argumenta que, frequentemente, os transportadores de carga são punidos injustamente quando a aferição é feita a partir do peso entre os eixos do caminhão.

Isso ocorre porque há a possibilidade de movimentação da carga. Além disso, explica o parlamentar, nem sempre é possível, mesmo durante a embarcação, distribuir de forma absolutamente precisa as cargas.

“Essa forma de aferição pode punir o transportador e o embarcador a partir do pressuposto de má-fé, o que nem sempre condiz com a realidade”, observa.

O projeto ainda passará por análise conclusiva das comissões de Viação e Transportes e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

COMMENTS