Diesel e gasolina sofrem reajuste de 5,4% e 6,6%

Diesel e gasolina sofrem reajuste de 5,4% e 6,6%

Aumento de preços já está em vigor em todo o Brasil e faz parte da política de preços da Petrobras para alinhamento com o mercado internacional

Motorista sul-coreano vence Desafio de Consumo para Motoristas da Volvo Trucks
ANTT aplicará multa por uso da carta-frete a partir do dia 15 de maio
ANTT proíbe tráfego de caminhões de três ou mais eixos na BR-040 (RJ), em dias específicos

A Petrobras já colocou em vigor o reajuste de 5,4% no preço do óleo diesel e 6,6% no da gasolina nesta quarta-feira, 30 de janeiro. Segundo a estatal, que controla o mercado de combustíveis, a medida faz parte de sua política de preços e é necessária para que as tarifas praticadas no Brasil estejam alinhadas com o resto do mundo.

O reajuste acontece nas refinarias e não inclui os tributos federais, como a Contribuição de Intervenção do Domínio Econômico (Cide) e PIS/Cofins e o tributo estadual ICMS. O último reajuste anunciado pela estatal para a gasolina ocorreu em 25 de junho do ano passado, quando o tipo comum do produto subiu 7,83% nas refinarias. Na ocasião, o óleo diesel foi reajustado em 3,94%, também sem a incidência dos tributos federais e estadual.

Naquela ocasião, no entanto, o aumento não chegou ao bolso do consumidor final uma vez que o governo, para manter a inflação sobre controle, zerou a alíquota da Cide. No caso do óleo diesel, no entanto, a Petrobras voltou a anunciar um novo aumento de 6%, que passou a vigorar no dia 16 de julho de 2012, nas refinarias da estatal.

COMMENTS